AMALAKI - Full Spectrum Amalaki Complex

R$89,00

Conheça nossas opções de frete

Amla/Amalaki (Emblica officinalis)

Nome comum: Amla

Nome ayurvédico: Amalaki

Nome em inglês: Indian Gooseberry

Parte Usada: fruta

Temperatura: Refrescante (potencia fria)

Sabores: Doce, Ácido, Picante, Amargo e Adstringente

Efeito sobre os doshas: Reduz Vata (-) e Pitta (-) e aumenta Kapha (+)

Tecidos: afeta todos os tecidos e elementos e aumenta Ojas

Ações: afrodisíaca, rejuvenescedora, tônico nutritivo, laxativa, refrigerante, estomáquica, hemostática e adstringente.

Usos: desordens hemorrágicas, anemia, diabetes, hemorroidas, gota, vertigem, constipação, gastrite, colite, hepatite, osteoporose, desordens do fígado e da vesícula biliar, branqueamento precoce dos cabelos, debilidade geral e deficiência de tecidos, desordens mentais, palpitação.

Precaução: cuidado ao usar em caso de diarreia.

Preparação e dosagem: Cápsulas ou pó podem ser utilizados a longo prazo na dosagem de 1 a 2 gramas por dia. Em casos agudos pode ser utilizada na dosagem de 6 a 8 gramas por dia.

A Amla é uma fruta bastante azeda que é o rejuvenescedor geral mais utilizado. Seus frutos brilhantes e verdes possuem vários sabores: ácido (azedo), doce, amargo e adstringente, sendo a energia fria. Ela é especialmente benéfica para o coração (órgão do corpo) e para o coração (emocional), ao mesmo tempo em que promove longevidade, traz boa sorte e amor.

Esta fruta é uma fonte espetacular de vitamina C possuindo cerca de 20 a 30 vezes a quantidade desta vitamina quando comparada com a laranja. Não espanta o fato de ser uma rejuvenescedora tão conhecida. Devido ao seu alto conteúdo de vitamina C, a Amla é um poderosíssimo antioxidante. Descobriu-se que a Amla eleva os níveis de três enzimas que combatem radicais livres no cérebro. Também é um super tônico para os olhos, tendo sido demonstrado em estudos recentes que ela é capaz de melhorar significativamente a miopia.

A Amla é um tônico para o sangue, ossos, fígado e coração. Ela reforça a produção de células vermelhas e fortalece o cabelo, os dentes,  as unhas, bem como melhora a visão e regula o açúcar no sangue. Evidências científicas recentes mostram que a Amla previne a peroxidação lipídica nas membranas celulares.

Tradicionalmente, o fruto da Amla é usado no tratamento de erisipelas, dispepsia, gastrite, má digestão, dor de estômago, constipação, flatulência, hiperacidez, hepatite, cólica causada por gases (estufamento), colite, hemorroidas, desordens hemorrágicas, alcoolismo, menorragia, anemia, diabetes, gota, osteoporose, branqueamento precoce dos cabelos, alopecia, febre, astenia, desordens mentais, vertigem, palpitações, inflamação, tosse e asma.

A Amla é tridosha e é a melhor erva individual para controlar o dosha Pitta. O fruto da Amla é frequentemente adicionado a formulas para pacientes sensíveis e enfraquecidos, quando uma ação de limpeza gentil é indicada.

A Amla está na linha de frente quando se pensa em ervas anti-inflamatórias, sendo utilizada para uma variedade de condições inflamatórias, incluindo hemorroida, gastrite e colite.

A Amla é a principal erva para os olhos, sendo conhecida também por tratar branqueamento precoce dos cabelos, especialmente se existe inflamação presente. Isto ocorre porque ela reduz o dosha Pitta sem desestabilizar os demais doshas. Foi demonstrado que melhora consideravelmente os casos de miopia também é usada em casos de catarata. A erva melhora a visão de um modo geral, mas sua ação é lenta, atingido seu pico ao longo de muitos anos.

Extratos de Amla demonstram ter um efeito benéfico de proteção ao fígado. Em uma pesquisa na qual provocou-se uma lesão no fígado de ratos com tetracloreto de carbono, os extratos de Amla inibiram a hepatotoxicidade. Em outros experimentos verificou-se também a capacidade dos extratos de Amla de inibir a fibrose.

Os polifenóis (taninos) encontrados na Amla possuem atividade antioxidante e inibem a sobrecarga aguda de ferro hepática por peroxidação lipídica. Pesquisas também confirmaram o efeito protetor desta valorosa erva no que diz respeito ao aparecimento de melanoma. Pesquisas recentes demonstraram ainda que a Amla possui propriedades anti-cancerígenas, incluindo suas propriedades de antioxidante e neutralizadora de radicais livres.

Outros estudos demonstraram que a Amla protege contra o colesterol elevado e contra a inflamação das artérias que apareceria como consequência desta condição. De fato, a Amla reduz o colesterol, mas se nada mais for feito, este efeito é temporário. De acordo com investigações científicas recentes, o nível de colesterol voltaria a subir nestes casos, quando a erva for descontinuada. A Amla melhora a tolerância ao stress.

A vitamina C encontrada na Amla é estável e resistente ao calor, permitindo que ela seja cozida em preparações como no caso do Chyavanprash, uma geléia rejuvenescedora. O óleo de Amla é frequentemente usado em massagens na cabeça, sendo extremamente útil para dar brilho e força aos cabelos. O óleo de Amla também trata o branqueamento precoce dos cabelos, a alopecia e vários outros sinais de excesso de Pitta.

Dosagem sugerida 1 Capsula

 

Amount Per Serving

% Daily Value

Basil Leaf (Ocimum basilicum)

50 mg

*

Ginger Root (Zingiber officinale)

50 mg

*

Jujube Fruit (Ziziphus jujuba)

50 mg

*

Schizandra Berry(Schisandra chinensis)

50 mg

*

Terminalia chebula Fruit Extract

50 mg

*

Turmeric (Curcuma longa) (root)

50 mg

*

Amla Fruit 4:1 Extract(Emblica officinalis)

12.5 mg

*

*Valor diário não estabelecido.

Outros ingredientes: Farinha de Arroz, gelatina, magnesium stearate, silica.

Uso sugerido: Como suplementação, tome 1 capsula de 1 a 2 vezes ao dia com agua.

 

Compartilhar: